Home » , , » Recuperada parte de carga roubada do Magazine Luiza

Recuperada parte de carga roubada do Magazine Luiza


Como é frustrante você realizar uma encomenda e ao abrir o site do correio para acompanhar o prazo de entrega, descobre que a sua mercadoria foi perdida em um assalto.

Felizmente quando uma compra é realizada em sites confiáveis, a segurança do produto ser postado novamente no correio ou de solicitar o reembolso do valor integral estão disponíveis para o cliente. 

Porém existem algumas perguntas que todo administrador deve se fazer:
  1. Como a organização irá arcar com este prejuízo?
  2. Como foi afetado emocionalmente o funcionário que estava dirigindo o veículo?
  3. Será que existem meios de rastrear e recuperar as mercadorias?
Para respondermos estas perguntas devemos ter em mente que não existe um lugar seguro no Brasil ou no mundo. O que existe são lugares e horários com menos propensão a assaltos e/ou violência urbana.

Por exemplo, todas às vezes em que um boletim de ocorrência é realizado, os dados como horário, data, nome da rua e o evento ocorrido (Assalto a mão armada, roubo de veículo, etc), são cadastrados em um banco de dados para que aja uma maior ronda policial naquele lugar, do que em outro.

Nós não temos acesso a essa base de dados, mas isto não quer dizer que não devemos estar atentos a quando e como estamos transportando algo de valor nas ruas.

Por isso é importante que as organizações coloquem seguros em seus transportes, quando estes são valiosos e adicionem nos caminhões meios de identificação e localização por GPS.

Nenhum funcionário na função de motorista ou mesmo o vigia, deve agir como um super-homem e colocar o seu peito quando confrontado com uma arma. A responsabilidade de zelo e/ou transporte pela mercadoria deixa de existir no momento em que ele é rendido em um assalto. E é da responsabilidade da empresa possuir gatilhos eletrônicos que possam ser acionados remotamente em cenários deste tipo.

Veja o caso da carga roubada no centro de distribuição da Magazine Luiza, em Louveira (SP). Está foi recuperada na madrugada deste domingo (03 de Maio) em Santo Antônio do Jardim (SP).    




Segundo informações dos policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), o bando de 15 criminosos usou ao menos duas carretas e dois caminhões para levar os eletrônicos como tablets e celulares do cofre da empresa.

Graças aos gatilhos eletrônicos, que a Magazine Luiza não informou quais foram utilizados, foi possível recuperar parte da mercadoria.

Resta agora saber se o funcionário que foi abordado passará por um acompanhamento psicológico e avaliado seu estado de aptidão para retornar suas atividades normais. Sim, uma responsabilidade que cabe diretamente a equipe dos Recursos Humanos da Magazine Luiza.

Este é apenas um detalhe do que ocorre quando uma mercadoria é roubada.

Enquanto isso você ficou preocupando-se do porquê da sua encomenda de jogos contendo três (03) NHL 15, dois (02) Metal Gear Rising e um (01) FarCry 4 para PC ainda não terem chegado em sua caixa de correio.